Mais resultados

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Mais resultados

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

ANASP conquista o bicampeonato da Taça Brasil Máster Loterias Caixa de Atletismo

A Agremiação dos Nikkeis de Atletismo de São Paulo (ANASP) conquistou o bicampeonato da Taça Brasil Máster Loterias Caixa de Atletismo, encerrada na tarde deste domingo (6/11), no Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo, em Bragança Paulista. A equipe somou 628 pontos, seguida da CMC/UCA, com 500, e da CF2V, com 480 pontos, na classificação geral.

Pódio por equipe no geral – Taça Brasil Master 2022 (Carol Coelho/CBAt)

A ANASP foi campeã masculina, com 473 pontos, à frente da CF2V, com 370, e da CMC/UCA, com 330 pontos, No feminino, Caraguá Unisanta, com 250 pontos, seguida de CMC/UCA, com 170, e de Vinhedo, com157 pontos. A competição reuniu 481 atletas de 107 clubes. 

Na competição, que reuniu atletas de mais de 30 anos até mais de 90 anos, a Confederação Brasileira de Atletismo realizou mais uma companha de arrecadação de alimentos não perecíveis durante os dois dias de evento e conseguiu o número fantástico de 747,50 quilos em doações, mais do que o ano passado, que foram obtidos 718 kg.

O arroz, feijão, açúcar, farinha, sal e macarrão serão distribuídos para quatro entidades de Bragança Paulista: SAMA – Serviço Assistencial de Acolhimento Institucional, Casa da Benção Mantendo-a da Ação Social Espírita, Asilo São Vicente de Paula e Lar São Vicente da Paula.

Com muitas categorias, nada menos do que 590 medalhas foram distribuídas nas diversas cerimônias de premiação. E mais de 500 copos de água serão encaminhados para a reciclagem pela CBAt.

Atletas dos 200 m
(Carol Coelho/CBAt)

A entidade transmitiu a quatro etapas ao vivo – duas no sábado e duas no domingo – pelo YouTube oficial. No total, foram 190 horas e 30 minutos de informações sobre a Taça Brasil Máster.

A Prevent Senior NewOn e a Max Recovery fizeram 220 atendimentos médicos e de recuperação.

“Conseguimos atingir a nossa expectativa e ver exemplos de superação, de amor ao esporte e de qualidade de vida”, disse o vice-presidente do Conselho de Administração da CBAt, Edson Luciano Ribeiro, que acompanhou toda a competição. “Tivemos um número menor de participantes em relação ao ano passado porque alguns atletas disputam na próxima semana o Sul-Americano de Máster na Colômbia. Vimos casos de atletas de 94 anos, uma mostra da longevidade que a atividade física pode propiciar.”

Mais informações como resultados completos e lista de participantes CLIQUE AQUI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desafio CPB/CBAt de atletismo marca estreia de 114 atletas paralímpicos em 2024 no CT O Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, recebe 114

Leia mais »