Mais resultados

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Mais resultados

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Hakelly de Souza, a menina de 14 anos, é atração nas provas de velocidade, em Recife

Campeã brasileira Sub-18 e dos Jogos da Juventude de 2023, a velocista tem tudo para brilhar também no Brasileiro Interclubes Loterias Caixa Sub-16, que será disputado desta sexta-feira a domingo; João Arthur da Silva Maranhão, da AESC-RN, também se destaca no salto em distância e no pentatlo

Hakelly de Souza Foto: Marcos Rodrigues/CBAt

Hakelly de Souza teve uma temporada dos sonhos em 2023. Aos 14 anos, completa 15 no dia 31 de outubro, ela brilhou nas categorias acima, vencendo o Campeonato Brasileiro Sub-18 de Aracaju (SE), e os Jogos da Juventude-2023 (SP). Agora a velocista fluminense, nascida em Macaé, é uma das atrações do Campeonato Brasileiro Interclubes Loterias Caixa Sub-16, que será disputado de sexta-feira a domingo (13 a 15/10), na pista da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), em Recife. Desta vez, vai competir em sua categoria.

A competição, que reunirá 830 atletas inscritos, representantes de 140 clubes de 23 Estados do Brasil e do Distrito Federal, tem entrada gratuita para o público. A pista da UFPE fica na Av. Prof. Moraes Rego, 1.235, na Cidade Universitária. Todas as provas do evento terão transmissão ao vivo pela TV Atletismo Brasil, por meio do YouTube da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt). Esta categoria é de início no calendário oficial e muito importante para a revelação de valores.

A atleta da Associação Esportiva Cidadania e Dignidade (AECD) está inscrita em três provas na competição: 75 m, 250 m e 4×75 m. Ela é vice-líder no ranking de 2023 nos 75 m (9.56) e nos 250 m (32.73). Em compensação, lidera o ranking brasileiro Sub-18 dos 100 m (11.95) e dos 200 m (24.64) – ambas as marcas alcançadas nos Jogos da Juventude, em setembro, em Pirassununga (SP), onde conquistou duas medalhas de ouro.

Hakelly de Souza Foto: Marcos Rodrigues/CBAt

Vencedora das duas provas também no Brasileiro Sub-18, em agosto, em Aracaju, a talentosa adolescente só foi descoberta em 2022 na escola em que estuda, o CIEP 455 Maringá, pelo professor Hiller Franco Entringer, 48 anos, que inicialmente observou potencial na garota para o salto em altura.

“Na aula de educação física, sem muita técnica ainda, ela saltou 1,45 m. Então, inicialmente, trabalhamos no salto em altura”, contou Hiller. “Aí neste ano, no período de base, quando o treinamento é generalizado, a gente percebeu que ela ganhava de todo mundo nas provas de velocidade”, completou o professor.

“Estou muito feliz pela minha evolução num espaço de tempo tão curto”, disse Hakelly que venceu domingo (8/10) a prova dos 100 m na categoria Sub-18 do Desafio de Velocidade, realizado em Vitória (ES). “Consegui meus recordes pessoais nos Jogos da Juventude, competindo com meninas de 16, 17 anos, para mim é histórico.”

Ela foi descoberta pelo professor Hiller no Programa Atletismo Macaé, projeto socioeducacional desenvolvido no contraturno escolar, uma parceria do CIEP 455 Maringá, das Secretarias de Educação e Esportes da Prefeitura de Macaé, com patrocínio da Etesco, uma empresa offshore da área do Petróleo. “Treinamos na quadra da escola e nos arredores, em praças e no calçadão da praia”, comentou o professor.

“Tem várias meninas do meu bairro que vieram para o projeto de atletismo por minha causa. Eu acho isso incrível e agradeço a todas elas. Tenho uma gratidão imensa. E na escola muitas crianças me veem correndo e querem estar ali comigo também”, finalizou a jovem.

João Arthur e o treinador Edilson (Foto: Divulgação)

No masculino, são vários os destaques, mas um chama mais a atenção. É o potiguar João Arthur da Silva Maranhão, da AESC-RN. Recordista brasileiro sub-16 do pentatlo, com 3.531 pontos, resultado obtido em Natal (RN), no dia 24 de setembro, ele ainda lidera o ranking da categoria no salto em distância, com 6,76 m (0.2) e como integrante do revezamento 4×75 m.

Nascido a 24 de março de 2008, na cidade de Currais Novos, ele foi eleito o melhor atleta masculino do Troféu Norte Nordeste Loterias Caixa Sub-16, por ter vencido o pentatlo e o salto em distância. Ele é treinado pelo professor Edilson de Oliveira e foi descoberto pela Associação Esportiva e Sociocultural Cerro Corá, que tem o selo prata nos Núcleos de Formação, os Centrinhos, da Confederação Brasileira de Atletismo. O nome oficial do projeto de iniciação é Projeto de Atletismo Edilson de Oliveira – Saltando para Vencer.

“Agora o desafio é ele ir bem também no Brasileiro Sub-16. Ele está numa crescente, muito motivado pelos resultados e acredito que possa melhorar ainda mais o seu recorde em Recife”, disse o treinador. “Agora estamos na expectativa de receber um colchão de saltos, que nos foi doado pela CBAt. Isso com certeza ajudará mais na evolução dessas provas.”

João Arthur é companheiro de treino de Robson Jean da Silva Araújo, de apenas 14 anos, que bateu o recorde do Troféu Norte Nordeste Sub-16 do salto com vara, em setembro, em Natal, com 3.90 m. Ele está inscrito também na prova do salto em altura e no revezamento 4×75 m em Recife. São frutos do Nordeste, assim como a velocidade faz parte da história do Rio de Janeiro.

Mais informações como Programa Horário e lista de participantes podem ser encontradas no hotsite da competição que também trará os resultados de todas as provas: CLIQUE AQUI

A competição tem apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC), que desenvolve o programa de formação de atletas juntamente aos clubes integrados e ENADS. VEJA AQUI

O Campeonato Brasileiro Loterias Caixa é uma realização da Confederação Brasileira de Atletismo, com apoio da Prefeitura de Recife, por meio da Secretaria de Esportes, do Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Educação e Esportes, da Universidade Federal de Pernambuco, e da Federação de Atletismo de Pernambuco (FEPA).

O Grupo Prevent Senior patrocina o atletismo brasileiro, oferece medicina esportiva de precisão e estilo de vida para os que se ligam no esporte e apoio às competições.

As Loterias Caixa são a patrocinadora máster do atletismo brasileiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desafio CPB/CBAt de atletismo marca estreia de 114 atletas paralímpicos em 2024 no CT O Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, recebe 114

Leia mais »