Mais resultados

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Mais resultados

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Endrick de Oliveira e Moana Barroso destaques da velocidade em Timbó

Dois estreantes em pódios nacionais venceram os 75 metros, a prova mais rápida da categoria, no Campeonato Brasileiro Interclubes Loterias Caixa de Atletismo Sub-16,  no Complexo Esportivo de Timbó, Santa Catarina, neste sábado (15/10). Endrick Guilherme Fernandes de Oliveira (Memorial-SP), que pratica atletismo há apenas três meses, e Moana Barbosa Barroso (UNIFOR-CE), que só larga do bloco em competições, foram os campeões da velocidade, exibindo muito talento. 

Os mais velozes do Brasileiro Sub-16
(André Schroeder/CBAt)

A competição termina neste domingo (16/10), com transmissão ao vivo pelo YouTube da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt). Os professores que estão em Timbó e de todo o atletismo brasileiro receberam parabéns pelo seu dia, 15 de outubro.

Endrick de Oliveira correu 8.72 (-0.2 m/s) para ficar com o ouro – na semifinal, com 8.67 fez o seu recorde pessoal nos 75 m. “Me senti muito feliz por vencer, foi uma corrida difícil, percebi que estava todo mundo junto”, disse Endrick que foi levado ao Memorial pelo professor Antônio Cosme da Silva, depois de ser visto nos Jogos Escolares do Estado de São Paulo. “Ele é muito rápido, tem só três meses de atletismo e potencial para ser atleta olímpico”, aposta Antonio Cosme. 

Júlio César Matias da Silva (Sport Club do Recife-PE) ficou com a medalha de prata em 8.73 m e Gabriel Marques Claudino (A.P.E.V. Ponta Porã-MS) com a medalha de bronze, em 8.75.

Moana Barbosa Barroso foi a campeã dos 75 m feminino com 9.79 (-0.7 m/s). Marília Mergareto Farias (AACN-SC) ficou com a medalha de prata, em 9.91, e Laura Moraes Meira (Atletismo Casa do Garoto Tupã-SP) com a de bronze, em 9.97.

“Eu tenho de melhorar a minha saída. Ainda não treino no bloco, que só uso nas competições, mas consegui uma frequência boa na corrida”, disse a atleta que no último fim de semana venceu o Norte-Nordeste Sub-16 com recorde da competição e pessoal, em 9.68. “Mas essa é a minha primeira medalha em Brasileiro”, afirmou Moana, nascida em Trairi, interior do Ceará, onde treina com a irmã Ruth Barbosa Barroso e no clube com a treinadora Sonia Ficagna.

A premiação da marcha atlética
(André Schroeder/CBAt)

Mychelle Rodrigues de Souza (CASO-DF), de apenas 13 anos, venceu os 3.000 m marcha atlética com 16:22.37. A atleta de Timbó – que recebe a competição – Kamylla Ester de Brito foi vice-campeã (FME Timbó) com 16:35.61, seguida por Mariana Dias Santos (CASO-DF), com 16:36.08. “Não foi uma prova tão complicada. Eu me esforço nos treinos e a consequência é a vitória”, disse a marchadora, que treina em Paranoá com Gilvan Ferreira.

“O que eu penso para o meu futuro? Chegar numa Olimpíada”, responde a garota que faz atletismo desde os seis anos, consequência das brincadeiras de pique pega na rua. “Eu já treinei com o Caio Bonfim e o Lucas Mazzo, mas é bem forte o treino deles, muito pegado, mas eu tento!”

Segundo João Sena Bonfim, treinador e gestor do projeto de formação do Distrito Federal, são mais de 200 jovens atletas nos núcleos de Sobradinho, Paranoá e Itapuã fazendo atletismo na base, e os resultados do trabalho se refletem em competições como o Brasileiro Sub-16. 

Nas barreiras a vitória foi de Lucas de Almeida Rosa (Corville-SC), com 13.36, nos 100 metros, e de Beatriz Camargo Monteiro Silva (ASPMP-SP), com 12.15, nos 80 metros.

Mais informações como participantes e programa horário CLIQUE AQUI

A competição tem apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC), que desenvolve o programa de formação de atletas juntamente aos clubes integrados e ENADS VEJA AQUI

A Fundação Municipal de Esporte (FME) da Prefeitura de Timbó (SC) é parceira na realização do Brasileiro Sub-16.

A Prevent Senior NewOn é patrocinadora do atletismo brasileiro oferecendo medicina esportiva de precisão e estilo de vida para os que se ligam no esporte e apoio às competições.

As Loterias Caixa são a patrocinadora máster do atletismo brasileiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desafio CPB/CBAt de atletismo marca estreia de 114 atletas paralímpicos em 2024 no CT O Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, recebe 114

Leia mais »