O segundo dia do Troféu Brasil Caixa de Atletismo teve recorde sul-americano

16 d setembro d 2018 às 12:21 am

Sábado foi de recorde muitas disputas emocionantes

Darlan Romani vence arremesso do peso com recorde sul-americano (Wagner Carmo/CBAt)

Depois de grande temporada internacional, encerrada com a conquista da medalha de ouro no arremesso do peso na Copa Continental, em Ostrava, na República Tcheca, Darlan Romani (Pinheiros-SP), voltou para casa para a disputa do Troféu Brasil Caixa de Atletismo 2018. Darlan, enfim, alcançou os 22 m, ao conseguir a marca na terceira tentativa, nesta sábado (dia 15), segundo dia do Troféu Brasil, em disputa no estádio do Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo (CNDA), em Bragança Paulista (SP).

Darlan conquistou o sétimo título na prova no torneio, ao superar cinco vezes o recorde do Troféu Brasil, que era dele mesmo, de 20,84 m, feito em 2014. Logo na primeira tentativa ele fez 21,46 m, queimou a segunda, na terceira fez 22,00 m, na quarta 21,91 m, na quinta 21,61 e na sexta 21,98 m. Assim, superou também os recordes brasileiro e sul-americano, de 21,95 m, que fizera este ano na Liga Diamante de Eugene, nos Estados Unidos.

O primeiro título do Troféu Brasil foi em 2012, quando arremessou 19,42 m. De lá pra cá, superou a barreira dos 21 metros, foi finalista olímpico no Rio 2016 e agora chega a um novo patamar, nos 22 m.

O Ranking Mundial permanente conta com apenas 28 atletas, que alcançaram essa marca. “A temporada no exterior foi muito boa, mas na volta de Ostrava falei com o meu treinador, que ainda faltava superar essa marca. Finalmente conseguimos”, disse o campeão, de 27 anos, nascido em Concórdia (SC), que treina com o cubano Justo Navarro, no CNDA, em Bragança.

“A cada marca que superamos fica mais difícil, temos que trabalhar mais. Agradeço todo o apoio que recebo, aos meus patrocinadores, à CBAt. É muito bom treinar em Bragança, que parece muito com minha cidade, e tem essa estrutura”, completou. “Agora vou descansar alguns dias”, disse Darlan que distribuiu autógrafos e tirou fotos com outros atletas e fãs.

Para Justo Navarro, a marca não foi surpresa: “Ele estava arremessando perto dos 22 metros, era questão de tempo”, disse Justo, que treina Darlan desde 2010, quando o atleta foi finalista no Mundial Juvenil de Moncton, no Canadá.

Andressa vence disputa com Fernanda no disco

No lançamento do disco, a disputa foi entre Andressa Oliveira de Morais (Pinheiros-SP), atual recordista sul-americana com 65,10 m, que também fez boa temporada no exterior (foi a segunda na Liga Diamante) e Fernanda Martins (Orcampi Unimed-SP), que chegou a liderar parte da prova, com 64,66 m (recorde do Troféu Brasil e melhor marca pessoal), até ser superada por Andressa, que 64,75 m.

“Esse ano foi bom, claro que sempre quero melhorar, mas os resultados que alcancei me dão motivação para o ano que vem, que tem competições importantes, como o PAN e o Mundial”, afirmou a campeã.

No 4×100 m masculino, o Pinheiros venceu com 38.33 (recorde do Troféu).

PÓDIO 3ª ETAPA

Arremesso do peso masculino
1º Darlan Romani (Pinheiros-SP) 22,00 m
2º Willian Dourado (ARPA São José do Rio Preto-SP) 19,61 m
3º Welington Silva Morais (Pinheiros-SP) 19,37 m

4×100 m feminino
1º Orcampi Unimed – 43.73
2º Pinheiros – 43.82
3º UCA – 45.87

4×100 m masculino
1º Pinheiros – 38.33
2º Orcampi Unimed – 39.71
3º UCA – 39.75

Lançamento do disco feminino
1º Andressa Oliveira de Morais (Pinheiros-SP) 64,75 m
2º Fernanda Raquel Borges (Orcampi Unimed-SP) 64,66 m
3º Izabela Rodrigues da Silva (Orcampi Unimed-SP) 57,25 m

800 m feminino
1º July Ferreira da Silva (Orcampi Unimed-SP) 2:05.00
2º Kleidiane Barbosa Jardim (Orcampi Unimed-SP) 2:05.22
3º Jaqueline Beatriz Weber (AMO-RS) 2:06.14

Caio Bonfim e Erica de Sena vencem novamente no Troféu Brasil Caixa de Atletismo

Caio Bonfim vence os 20 km da marcha (Carol Coelho/CBAt)

O brasiliense Caio Bonfim (CASO-DF) e a pernambucana Erica de Sena (Orcampi Unimed) confirmaram o favoritismo e venceram neste sábado (dia 15) as provas dos 20 km marcha atlética masculina e feminina, disputadas em circuito montado na Avenida Alpheu Grimelo, em Bragança Paulista (SP), pelo Troféu Brasil Caixa de Atletismo.

Caio Bonfim venceu com 1:25:31 e disse que fez “uma prova tranquila, embora não competisse desde março. Acho que fui muito bem e estou muito feliz”, comentou o ganhador da medalha de bronze no Mundial de Londres 2017 e quarto lugar na Olimpíada do Rio 2016.

Erica de Sena também comemorou mais uma vitória no Troféu Brasil. Ela enfrentou uma temporada difícil e nem o fato de poder terminar em segundo lugar nos Challengers de IAAF serve de consolo. “O ano foi muito duro e preferi parar. Agora, estou na base para 2019. No ano que vem tenho de estar pronta para os desafios para brigar por vagas no Mundial de Doha e no PAN de Lima”, disse.

Caio e Erica viajam na sequência do Troféu Brasil para a China, onde disputam entre os dias 23 e 26 o Around Taihu International 2018, cuja prova do primeiro dia é válida pela oitava e última etapa do IAAF Race Walking Challenge, em Suzhou.

Nos 50 km, os atletas estabeleceram os recordes do Troféu Brasil, prova disputada pela primeira vez. A carioca Viviane Santana Lyra (FECAM-PR) foi a vencedora, com 4:41:39. No masculino, o potiguar Claudio Richardson dos Santos (AABB Currais Novos-RN) foi o campeão aos 35 anos, com 4:44:20. Ele já venceu nove vezes a Copa Brasil de Marcha Atlética da distância.

Pódio na marcha

20 km
1-Erica Rocha de Sena (Orcampi Unimed- SP) – 1:45:49
2-Paula Raissa Paz (AASD-PE) – 1:49:43
3-Elysle da Silva Albino (Orcampi Unimed) – 1:54.29

20 km
1-Caio Bonfim (CASO-DF) – 1:25:31
2-Lucas Gomes Mazzo (Orcampi Unimed-SP) – 1:30:39
3-José Alessandro Bagio (FME TIMBO) – 1:31:00

50 km feminino
1-Viviane Santana Lyra (FECAM-PR) – 4:41:39
2-Nair da Rosa (AABLU-SC)- 5:06:33
3-Elianay Santana Barbosa (CASO-DF) – 5:12:40

50 km masculino
1-Claudio Richardson dos Santos (AABB Currais Novos-RN – 4:44:20
2-Luiz Felipe dos Santos (São Paulo/Kiatleta-SP) – 5:06:43
3-Marlon Rodrigues da Costa (EMFCA-RJ) – 5:38:01

Por equipes o Pinheiros mantém a liderança do Troféu Brasil Caixa de Atletismo

O EC Pinheiros, da capital paulista, manteve a liderança na classificação geral do Troféu Brasil Caixa de Atletismo, após a disputa do segundo dia de competições neste sábado (dia 15), no Estádio do Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo (CND), em Bragança Paulista (SP).

O atual bicampeão torneio soma 407 pontos e continua numa disputa acirrada com a Orcampi Unimed, de Campinas, vice-líder, com 367 pontos. O IEMA, de São Bernardo do Campo, prossegue em terceiro lugar, com 66 pontos.

O Troféu Brasil Caixa de Atletismo termina neste domingo (16), com a disputa de mais duas etapas: pela manhã, a partir das 08:55, com o salto em distância do heptatlo, e à tarde, a partir das 13:45, com a final do salto em distância feminino.

Mirieli Estaili Santos vence o triplo (Carol Coelho/CBAt)

Nas 10 finais da tarde deste sábado, destaques para provas femininas – de atletas de gerações muito diferentes. No salto triplo, por exemplo, Mirieli Estaili Santos, ganhadora da medalha de prata no Mundial Sub-20 de Tampere, na Finlândia foi a campeã. A atleta de 19 anos, da ASA-Sorriso (MT), saltou 13,70 m (0.1), superando a veterana Keila Costa, de 35 anos, da Orcampi Unimed, segunda com 13,63 m (1.3).

“Meu objetivo era tentar um lugar no pódio. Venho de um projeto social, que luta por títulos nas categorias de base, mas agora já pode ir bem entre os adultos”, comentou a saltadora, que deve se transferir para os Estados Unidos. “Estou vendo as propostas, mas existe a chance de fechar com uma universidade norte-americana e ir pra lá já em janeiro”, completou.

Se a jovem mostrou a sua força no triplo, a experiente Geisa Coutinho (Pinheiros), de 38 anos, não deixou nenhuma dúvida sobre a sua supremacia nos 400 m. Ela conseguiu a 11ª vitória na prova no Troféu Brasil, com 52.17, comemorando muito o resultado. “Não quero fazer planos para o futuro. Estou pensando ano a ano. Agora vou tirar férias, descansar e em 2019 definirei meus objetivos”, disse, sem esconder a sua profunda alegria com o resultado.

Nos 400 m masculino, Lucas de Silva Carvalho (FECAM-PR) fechou uma boa série de competições. Este ano o atleta ganhou o Ibero-Americano de Trujillo, no Peru, e agora conquistou o bicampeonato do Troféu Brasil. “Fiz uma boa prova”, disse o atleta, que completou a distância com 45.55.

Já nos 3.000 m com obstáculos, Altobeli Santos da Silva (Pinheiros-SP) garantiu a segunda medalha de ouro, com 8:39.68. Na sexta-feira (14), ele havia ganhado o 1.500 m, com 3:44.30. Neste domingo (16), no último dia da competição, ele corre ainda os 5.000 m. “Estou bem preparado e pronto para lutar pelas vitórias”, observou o corredor.

Nas semifinais dos 200 m, duas baixas, Paulo André de Oliveira e Rosangela Santos, ambos do Pinheiros, deixaram o estádio contundidos e terão de passar por avalição médica neste domingo.

A competição tem acesso livre para os fãs do Atletismo. O estádio fica na Estrada Municipal Antonio Franco de Lima, s/n, no Bairro do Campo Novo, com acesso pela Rodovia Alquindar Monteiro Junqueira – km 50,5.

Outra maneira de acompanhar as provas ao vivo será pela transmissão da Atletismo Brasil TV por meio do facebook da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) pelo enderenço:

https://www.facebook.com/oficialcbat/

Pódios da 4ª etapa

Salto triplo feminino
1º Mirieli Estaili (ASA-Sorriso-MT) 13,70 m
2º Keila Costa (Orcampi Unimed-SP) 13,63 m
3º Tania Ferreira da Silva (Orcampi Unimed-SP) 13,39 m

Lançamento do disco masculino
1º Douglas dos Reis (Orcampi Unimed-SP) 56,17 m
2º Felipe Lorenzon (Orcampi Unimed-SP) 55,65 m
3º Luis Schneider (Rio do Sul-SC)55,54 m

Arremesso do peso feminino
1º Geisa Rafaela Arcanjo (Pinheiros-SP) 17,74 m
2º Keely Medeiros (Pinheiros-SP) 17,02 m
3º Livia Avancini (IPEC-PR) 16,00 m

Salto triplo masculino
1º Alexsandro do Nascimento (Orcampi Unimed-SP) 16,69 m
2º Mateus de Sá (Pinheiros-SP) 16,48 m
3º Kauam Bento (ASA Tapetes-SC) 15,99 m

400 m masculino
1º Lucas Carvalho (FECAM-PR) 45.55
2º Alexander Russo (Orcampi Unimed-SP) 45.80
3º Kaio Bastos (São Paulo FC/Kiatleta-SP) 46.09

400 m feminino
1º Geisa Coutinho (Pinheiros-SP) 52.17
2º Daysiellen Dias (Pinheiros-SP) 53.04
3º Tiffani Marinho (Orcampi Unimed-SP) 53.04

3.000 m com obstáculos feminino
1º Tatiane Raquel da Silva (Orcampi Unimed-SP) 10:10.40
2º Erika Machado (Pinheiros-SP) 10:17.07
3º Simone Ferraz (Corville-SC) 10:19.04

Lançamento do dardo feminino
1º Laila Ferrer Domingos (Pinheiros-SP) 57,90 m
2º Jucilene Sales de Lima (Orcampi Unimed-SP) 55,45 m
3º Rafaela Torres Gonçalves (Orcampi Unimed-SP) 53,74 m

3.000 m com obstáculos masculino
1º Altobeli Santos da Silva (Pinheiros-SP) 8:39.68
2º Walace Evangelista Caldas (Pinheiros-SP) 8:51.06
3º Israel Tiago Mecabo (AACN-SC) 8:51.65

Decatlo
1º Jefferson Carvalho dos Santos (Pinheiros-SP) 7.467 pontos
2º Lucas Catanhede (ACA-SC) 7.332 pontos
3º Luiz Alberto de Araújo (Pinheiros-SP) 6.975 pontos

Thiago Braz salta no domingo do Troféu Brasil Caixa de Atletismo 2018

Thiago Braz da Silva (Carol Coelho/CBAt)

O Troféu Brasil Caixa de Atletismo 2018 termina neste domingo (dia 16) com a disputa de 18 provas finais, a partir das 08:55, no estádio do Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo (CNDA), em Bragança Paulista (SP).

Uma das atrações será o campeão olímpico do salto com vara, Thiago Braz da Silva (Pinheiros-SP), que entra na pista às 14 horas. Thiago foi inscrito por sua equipe, o Pinheiros. Um de seus adversários será seu colega de clube, Augusto Dutra.

No salto com vara feminino, na etapa da manhã, às 9:05, Juliana Menis de Campos (Orcampi Unimed-SP) é uma das favoritas. Este ano ela saltou 4,56 m, na Espanha, em junho.

Ainda pela manhã acontece a final dos 200 m feminino e masculino (às 11:00 e 11:15, respectivamente). Na prova feminina, Vitória Rosa (Orcampi Unimed-SP) busca seu terceiro ouro na competição, depois de vencer os 100 m e 4×100 m.

FINAIS DE DOMINGO
09:05 – Salto com vara feminino
09:45 – Salto em altura feminino
10:00 – 5.000 m feminino
11:00 – 200 m feminino
11:15 – 200 m masculino
11:30 – Heptatlo (800 m)
13:45 – Salto em distância feminino
14:00 – Salto com vara masculino
14:25 – 400 m com barreiras feminino
14:45 – Salto em altura masculino
14:50 – 400 m com barreiras masculino
15:00 – Lançamento do dardo masculino
15:15 – 1.500 m feminino
15:30 – 800 m masculino
15:45 – Salto em distância masculino
16:00 – 5.000 m masculino
16:45 – 4×400 m feminino
17:05 – 4×400 m masculino

O Troféu Brasil Caixa de Atletismo é realizado pela CBAt, co-organizado pela FPA, com apoio da Prefeitura de Bragança Paulista.

Mais informações clique aqui

 

Fonte: Assessoria de Imprensa da CBAt

 

Share